Elogiado romance de estreia, traz as histórias de um presidiário escritor. Com talento à flor da pele, mesclando Borges, Burroughs e Trevisan, mas também com traços autobiográficos, Maciel nos oferece imagens cruéis e alucinantes de um submundo onde o verídico nunca está distante: paixão e erotismo, drogas e loucura. A luta pela vida com tudo a que ela tem direito.


Livro
Páginas 184
Sobre o autor (a) Francisco Maciel

Escreva um comentário

Nota: O HTML não é traduzido!
Ruim           Bom