A partir de questões suscitadas pela instalação de George W. Bush na presidência dos Estados Unidos, Canfora traz à discussão um ponto central na sociedade contemporânea: até que ponto os discursos sobre a democracia propagandeados pelas grandes potências mundiais fazem jus a uma prática efetivamente democrática? Citando de Sócrates a Gramsci, de Thomas Mann a Eric Hobsbawm, o autor tece uma profunda crítica ao discurso democrático praticado hoje, tomando como base os referenciais clássicos gregos.


Livro
Autor Luciano Canfora
Páginas 120
Tradutor Valéria Pereira da Silva

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.