Um dos mais comoventes romancistas do século XX, com cerca de trinta obras publicadas. Levou o Prêmio Goncourt em 1956 por Les racines du ciel [Raízes do céu]. Promessa ao amanhecer expõe o comovente e conturbado relacionamento entre um filho e sua mãe.