O autor Gilles Bachelet cria seu elefante em sua própria casa como se fosse um gato. Enquanto ele tenta entender a qual raça pertence seu felino, os leitores podem se deliciar com as travessuras do suposto gato, suas manias e estranhezas. A história pode parecer absurda, mas Meu gato mais tonto do mundo, escrito e ilustrado por Bachelet, é capaz de entreter e divertir crianças de diferentes idades com suas curiosas situações bemhumoradas. O livro ganhou o Prêmio Baobab de l’album du salon du livre et de la presse jeunesse de Montreuil e o Prêmio du salon jeunesse de Saint-Étienne, ambos em 2004.