Como se vê o corpo e como o corpo é visto. Como se quer vê-lo e como se quer que seja visto. Do “corpo que nos causa mil dificuldades” (Sócrates) ao corpo aerodinâmico, do corpo débil dos hospitais ao corpo veloz dos aeroportos, do corpo herdado e imposto ao corpo (re)construído da biogenética e (re)moldado das academias, esta coletânea de textos nos dá uma visão arguta e por vezes inesperada deste “objeto” no qual vivemos dia após dia, contra o qual nos rebelamos, e que por vezes se rebela contra nós.