Hans Fallada e a resistência das pessoas comuns

Hans Fallada e a resistência das pessoas comuns

Na última quarta-feira, 17/4, a Estação Liberdade, em parceria com o Goethe-Institut São Paulo, realizou uma mesa-redonda dedicada ao livro MORRER SOZINHO EM BERLIM, do autor alemão Hans Fallada. O livro, composto pouco depois da 2ª Guerra Mundial é, em essência, um livro sobre a memória daqueles que resistiram ao horror de mãos vazias, das formas como puderam, contra uma força totalmente desproporcional.

Leia Mais

Uma história de resistência à ditadura nazista

Uma história de resistência à ditadura nazista

Escrito e publicado pouco após a queda do Reich, em 1947, o romance MORRER SOZINHO EM BERLIM é uma das primeiras obras por um autor alemão a tratar da resistência aos nazistas, e considerada uma das mais importantes. Em 1945, Johannes Becher fez chegar às mãos de Hans Fallada, autor de renome internacional desde a década de 1930, arquivos da Gestapo sobre o julgamento do casal Otto e Elise Hampel. Após descobrirem que o irmão de Elise havia morrido na guerra, o casal iniciou sua própria campanha contra o regime nazista em Berlim, escrevendo e distribuindo secretamente cartões-postais em que pediam que o povo alemão se recusasse a cooperar com os nazistas.

Leia Mais

Exibindo de 1 a 2 do total de 2 (1 páginas)