SOBRE O AUTOR

    Rudolf Ditzen nasceu em Greifswald, Alemanha, em 1893. Teve uma infância e juventude
    difíceis, talvez sequela de conflitos na relação com o pai, juiz num tribunal supremo em
    Leipzig. Aos dezoito anos, feriu-se gravemente e matou um colega em uma tentativa de
    duplo suicídio falseada como duelo, incidente que causou sua primeira internação
    psiquiátrica. Em 1920, assumiu o pseudônimo
Hans Fallada, em referência a contos dos
    irmãos Grimm.

    Trabalhou com jornalismo e publicidade até despontar no mundo literário com a novela 
    Bauern, Bonzen und Bomben [Lavradores, caciques e bombas], no início da década de 1930.
    O romance E agora, seu moço? (Livraria do Globo, 1934), narrando a condição miserável da
    Alemanha antes da ascensão de Hitler, teve rápido sucesso mundial (virou filme de
    Hollywood) e tornou-o um dos mais populares escritores de seu tempo.

Sua vida foi marcada pelo vício em álcool e morfina, internações constantes e uma relação complicada com a ditadura vigente. Preso em um manicômio nazista e listado como “indesejável”pelo regime, Fallada aceitou o “convite” do ministro Joseph Goebbels de escrever um romance antissemita. Em vez de cumprir o acordo, usou a cota de papel para escrever O bebum (no prelo pela Estação Liberdade), relato autobiográfico e crítico sobre o Terceiro Reich. Já com a saúde comprometida, escreveu Morrer sozinho em Berlim em menos de um mês e faleceu pouco depois, em fevereiro de 1947, semanas antes da publicação da obra.

 

CATEGORIA

Domínio Alemão

OBRA



Morrer sozinho em Berlim 
R$84,00