Romance sul-coreano com tradução vertida diretamente do idioma original, o livro envereda por um lado underground da Coreia do Sul, definitivamente destoante do glamour capitalista embutido na reluzente imagem de Tigre Asiático. Com estrutura fragmentária, a narrativa de forte crítica social mostra como a falta de dinheiro, ou a busca por ele, afeta o cotidiano ordinário — por vezes desembocando na violência — de uma série de personagens, entre vagabundos, desempregados, jovens atrás de um “bico” e outras figuras igualmente marginalizadas pela sociedade.


 LEIA UM TRECHO


Livro
Tradutor Hyo Jeong Sung
Formato 21x14x1cm
Páginas 304
Sobre o autor (a) Nascida em 1965, Bae Su-ah é graduada em química pela Ewha Womans University, de Seul, mas sempre teve por hábito escrever histórias por hobby, até debutar como escritora em 1988 com a obra A darkroom [Um Quarto Escuro]. Na sequência, publicou Highwaywith Green Apples [Estrada com Maçãs Verdes] e Rhapsody in Blue [Rapsódia em Azul], ambos em 1995. Desde 2001, ela reside na Alemanha, onde segue produzindo sua ficção inventiva e outsider, caracterizada pelo aprofundamento psicológico de seus personagens. Entre seus livros mais recentes estão Low Hills in Seoul [Baixas Colinas em Seul] e North Living Room[Sala Norte]. Sukiyaki de Domingo, originalmente publicado em 2003, é seu primeiro título traduzido e português
ISBN 978-85-7448-242-2

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.