SOBRE A OBRA

Nestes escritos, posteriores a – e como continuação de – sua grande obra autobiográfica, Canetti narra a década da guerra e do pós‑guerra passada na Inglaterra, seus melhores anos, como diria, anos em que redigiu Massa e poder. Canetti, que não era especialmente tímido, ainda assim não quis publicar em vida as confidências aqui reveladas, entre outras sobre sua relação com a escritora Iris Murdoch, que mais tarde tornar-se-ia famosa. Surge uma colcha de retalhos social tecida com fina ironia, com seus nobres decadentes e vaidosos, artistas presunçosos, emigrados e refugiados sem tostão ora deprimidos, ora eufóricos.

SOBRE O AUTOR

Nascido na Bulgária em 1905, Elias Canetti, prêmio Nobel em 1981, cresceu em Viena. Em 1938 teve de se exilar, refugiando-se em Paris e depois em Londres. E é sobre seu exílio na Inglaterra durante a Segunda Guerra que trata Festa sob as bombas, que só veio a público postumamente, em 2003. Além deste, a Estação Liberdade traduz Sobre a morte, compilação de notas do escritor, filósofo e ensaísta sobre o difícil tema e que datam de 1942 a 1993. Canetti faleceu em Zurique em 1994.