SOBRE A OBRA

Um dos principais autores de língua francesa da África nos leva a um dilacerante mergulho num continente com estratos sociais inteiros em decomposição, através da ignomínia de crianças-soldados na Costa do Marfim. O enredo é entrado na figura de Birahina, um menino que se envolve nas guerras tribais africanas quando, ao ficar órfão, atravessa uma parte do continente à procura de sua tia.


LEIA UM TRECHO DA OBRA 


SOBRE O AUTOR

Ahmadou Kourouma nasceu em 24 de novembro de 1927, na Costa do Marfim. Na época de estudante, suas atividades políticas fizeram com que ele fosse enviado à força para o corpo expedicionário francês na Indochina. Após a independência, a oposição de Kourouma ao regime de partido único de Houphouët-Boigny fez com que ele fosse exilado. Kourouma passou pelo exílio em diversos países: Argélia (1964-1969), Camarões (1974-1984) e Togo (1984-1994). Depois de terminar seus estudos de matemática em Paris e Lyon, escreve Les Soleils des indépendances (1968), uma impiedosa sátira política, a partir da qual foi reconhecido como um dos escritores mais importantes do continente africano [LEIA MAIS]