Diário de um velho louco

Jun'ichiro Tanizaki 
Entre um rebelde senhor de 77 anos e sua nora surge um jogo sutil de poder, envolvendo, de um lado, o ancião que se empenha em burlar uma vida regrada por remédios, médicos e hospitais e, de outro, a ex-dançarina de casas noturnas, mulher bela e licenciosa, plena de vida, que faz uso de seus talentos naturais para fascinar e controlar o sogro, manipulando- o em prol de interesses pessoais. A idade do protagonista, no lugar de coibir seus instintos, liberta-os. Estas páginas de um dos grandes mestres da escrita japonesa ficarão para sempre como um libelo da sexualidade na velhice, demonstrando que, se a velhice é cruel quanto à submissão ao desejo, ela só se torna sinônimo de senilidade para os conformistas. 
 Leia um trecho
                    
Tradutor: Leiko Gotoda 
Formato: 14x21x1 cm
Páginas: 208
ISBN: 978-85-7448-059-6

SOBRE O AUTOR 
Jun’ichiro Tanizaki nasceu em 1886 em Tóquio, onde estudou literatura na Universidade Imperial até ser expulso por inadimplência. Começou a escrever cedo, de início sofreu influências de Baudelaire e Poe, entre outros, e participou da escola Tanbiha, que valorizava a “arte e beleza acima de tudo”, indo contra o objetivismo da época. Após a destruição de sua casa durante o forte terremoto que atingiu a capital japonesa em 1923, o autor deixa sua segunda esposa e filha e muda-se para Ashiya, na região de Kyoto e Osaka, cenário principal deste romance.   
                                                 

Livreiros e distribuidores:
Para orçamentos e pedidos, nos encaminhe um e-mail: vendas@estacaoliberdade.com.br