O primeiro romance no Brasil de um dos mais elogiados escritores contemporâneos de língua alemã. Conta a emocionante história da expedição polar austro-húngara de 1872-74, descreve a fatal obsessão de um jovem italiano em reconstruir a expedição em 1981, e retraça a crescente fascinação do narrador com o destino desse homem. O texto transcende a ficção ao citar livremente registros documentais, tornando-se uma obra de história e um diário de viagem ao mesmo tempo.

 LEIA UM TRECHO

Livro
Formato 21x14x1cm
ISBN 978-85-7448-187-6
Páginas 296
Sobre o autor (a) Christoph Ransmayr nasceu em 1954 em Wels, perto de Linz, na Áustria. Estudou filosofia e etnologia em Viena, após o que trabalhou em diversas publicações. Depois de doze anos na Irlanda e numerosas viagens mundo afora, voltou a residir em Viena. Seus livros, entre eles Die letzte Welt [O último Mundo, 1988], foram traduzidos para cerca de 30 línguas. Entre suas outras obras mais importantes figuram MorbusKitahara [romance, 1995], Der Weg nach Surabaya [O caminho para Surabaya, reportagens e prosa, 1997] e Der fliegende Berg [A Montanha Voadora, romance em versos, 2006]. Em 1986-88 recebeu o fellowship Elias Canetti, e é detentor, entre outras distinções, dos prêmios Franz Kafka (1995), Friedrich Hölderlin (1998), Bertolt Brecht (2004), do Grande Prêmio Nacional de Literatura da Áustria (2004) e do Prêmio Heinrich Böll (2007).
Tradutor Mário Frungillo

Escreva um comentário

Nota: O HTML não é traduzido!
Ruim           Bom